Taobao Villages conduzem ao “crescimento inclusivo” na China rural

25/11/2019 – O mercado de comércio eletrônico está em rápido crescimento na China, mas uma área está mostrando ainda mais potencial: a China rural. Essas regiões do país, onde vivem cerca de 40% da população total, geraram o equivalente a 195 bilhões de dólares em vendas de comércio eletrônico em 2018, um aumento de 30,4% em relação ao ano anterior e superando em muito o crescimento de 24% observado no mercado geral de comércio eletrônico da China.

Algo único está acontecendo nos setores de consumo e negócios do comércio eletrônico rural na China. Um círculo virtuoso está ocorrendo no qual o comércio eletrônico está permitindo que mais residentes rurais se tornem empreendedores vendendo produtos locais online. O crescimento da renda resultante está aumentando o consumo baseado no comércio eletrônico à medida em que esses moradores rurais procuram produtos que não conseguem encontrar nas lojas de bairro.

O que são as Taobao Villages?

Sob o ponto de vista comercial, o comércio eletrônico permitiu que os moradores rurais vendessem produtos agrícolas, artesanato e manufaturados, abrindo lojas em plataformas como o Taobao do Alibaba Group. AliResearch, o braço de pesquisa da Alibaba, define uma vila de Taobao como uma área que gera anualmente 1,42 milhão de dólares ou mais em vendas de comércio eletrônico e tem 100 ou mais lojas online ativas em Taobao operadas por residentes locais.

Eles promoveram mudanças na China?

Após 10 anos, o modelo da Taobao Villages alcançou escala para beneficiar cerca de metade da população rural total na China. Em agosto de 2019, havia um total de 4.310 aldeias Taobao em 25 províncias, onde 250 milhões dos 564 milhões de habitantes rurais da China residem, segundo dados da AliResearch.

As vendas totais geradas pelas Taobao Villages – e Taobao Towns, que são municípios rurais de maior escala que implantam o mesmo modelo de Taobao Village – totalizaram 99,4 bilhões de dólares nos 12 meses encerrados em junho de 2019. O número total de lojas online ativas no Taobao operadas pelos Taobao Villagers, os moradores das áreas rurais que operam as lojas, subiram quase dez vezes para 660 mil em 2018, sendo que eram apenas 70 mil em 2014, segundo AliResearch.

Nessa escala, as Taobao Villages alavancaram o comércio eletrônico para impulsionar um crescimento econômico mais inclusivo na China rural. Um resultado direto do boom das vilas de Taobao é a melhoria das condições econômicas e a criação de empregos nas áreas mais pobres da China.

Um novo estudo do Banco Mundial e da AliResearch mostrou que a renda familiar nas Aldeias Taobao é quase três vezes a da renda familiar rural média na China e é semelhante à renda familiar urbana. O comércio eletrônico nas áreas rurais também levou a um maior consumo das famílias, diz o relatório, redução da desigualdade de renda e melhores oportunidades de emprego para mulheres e jovens.

A AliResearch estimou que o Taobao Villages criou 6,8 milhões de empregos nos 12 meses encerrados em junho de 2019 em toda a cadeia de valor do comércio eletrônico. Em 2019, as 63 aldeias Taobao localizadas nas áreas mais pobres do país geraram cerca de 284 milhões de dólares em vendas de comércio eletrônico, de acordo com um relatório da AliResearch.

Além da prosperidade econômica, as Taobao Villages também ajudaram a manter pais e jovens trabalhadores na vila, que de outra forma poderiam ir trabalhar em fábricas ou nas grandes cidades. Isso ajuda a manter famílias e comunidades unidas e conectadas.

As lojas online do Taobao também empregam muitas mulheres locais que têm poucas oportunidades de emprego: cerca de um terço dos proprietários de lojas eletrônicas e quase metade dos funcionários são mulheres nas aldeias de Taobao, informou o relatório do Banco Mundial.

As Taobao Villages atraíram a atenção de empresários de países em desenvolvimento que desejam replicar o modelo para impulsionar o crescimento econômico em casa. O Taobao Village Summit anual, onde empresários e estudiosos rurais da China compartilham as melhores práticas para negócios de comércio eletrônico rural, está vendo um aumento no número de participantes internacionais de países como Ruanda, México e Malásia.

“As histórias de empresários da China são muito semelhantes (na Ruanda)”, disse Patrick Molenbeek, empresário e ex-diplomata ruandês, na Taobao Village Summit. “Você tem trabalhadores migrantes, tem construtores. Se recebessem a exposição (ao comércio eletrônico), eles seriam capazes de se desenvolver com a mesma rapidez.”

O futuro das Taobao Villages

Com o desenvolvimento da infraestrutura da Internet em toda a China, a venda de produtos locais via transmissão ao vivo nos canais de comércio eletrônico será uma nova fronteira para os mercados rurais do país. Como os consumidores chineses exigem mais transparência no fornecimento de alimentos e desfrutam da novidade de descobrir produtos cultivados ou fabricados localmente, a transmissão ao vivo fornece uma maneira instantânea e interativa para que os moradores rurais se conectem aos consumidores.

À medida que os empreendedores rurais envolvem os consumidores por meio do comércio eletrônico, eles obtêm um valioso feedback do consumidor que podem ser aproveitados para a inovação do produto. Por exemplo, Chaoyang Nanshi Village, na província de Henan, é uma vila de patrimônio cultural nacional conhecida por sua cerâmica tricolor no estilo da dinastia Tang. As empresas locais de cerâmica começaram a fazer decorações no espelho retrovisor para carros depois de aprenderem com o Taobao que os consumidores as queriam.

No futuro, mais lojas da Taobao Villages poderão oferecer produtos mais diferenciados, além do artesanato tradicional, que atendem às demandas variáveis dos consumidores chineses.

Texto traduzido da matéria publicada por Alizila – https://www.alizila.com/taobao-villages-driving-inclusive-growth-rural-china/

Fale Conosco

Entre em contato conosco para saber mais sobre nossas atividades

Enviando

©2019 24x7 COMUNICAÇÃO

UA-34904891-1
Translate »

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?